quarta-feira, 18 de abril de 2012

O profeta e seus Algozes.


Uma  triste história se repete por toda Escritura Sagrada, a saga dos profetas e a luta para sobreviverem em meio as feras e continuarem cumprindo  sua missão. Contra os profetas de Deus vemos uma recheada lista de adversidades, que fazem destes simples homens  grandes heróis da fé e referências para o nosso dia a dia em nossa caminhada. O limite é o limite, e o extremo às vezes é uma necessidade, pois vemos que grandes são as aflições que os profetas enfrentaram como:  descrédito, perseguições, difamações, calúnias, invejas, ciúmes e a falsidade. Além do arquirrival satanás, os profetas tinham que lutar contra os sentimentos satânicos que habitavam nas pessoas que os cercavam, vemos isso em dezenas de histórias no Rolo Santo, milhares de anos se passaram e vemos que o roteiro para forjar profetas não mudou,  homens que Deus tem levantado nesta nação, em seus testemunhos ouvimos que sofrem das mesmas aflições,  até onde é possível  suportar? Os carrascos são insensíveis, diabólicos, não usam de misericórdia, levianos e fraudulentos, carregam em seu alforje o projeto de parar e matar os profetas, paralisar e retardar os sonhos de Deus, vemos isso claramente em Esdras 4, em todo esse capitulo vemos que uma arma é usada contra aqueles que cumpriam a sua missão, a língua foi a arma usada, inclusive alugaram conselhos de outros para também difamarem e neutralizarem a missão.
Oque ganhavam com isso? Balaão tentou amaldiçoar, porém quem pode amaldiçoar quem Deus abençoou, Saul tentou neutralizar o Reino de Davi, mas não obteve sucesso já que Deus o havia estabelecido Rei, Sambalate, Tobias, e tantos outros, o que dizer dos ditos religiosos e conhecedores de causas (alheias), os saduceus e fariseus também perseguiram o Mestre, tentaram pará-lo e anular sua missão,  chegaram ao limite crucificando e o matando, mas a morte não poderia vencer o autor da Vida, e mais uma vez os carrascos foram envergonhados. 
Miseráveis e falidos são os algozes dos profetas, pois quem pode frustrar os planos de Deus? Se Deus mesmo os escolheu a dedo, e antes que houvesse dia Ele já era, e não há nada ou ninguém que pode mudar os seus desígnios.
Descobri porém que os carrascos são desbaratados por suas próprias armas, e não podem prevalecer  contra o Deus altíssimo.

Em Cristo.
Eduardo Santos.

Um comentário:

Davi Tardim disse...

Pr. Eduardo,
Só para dividir uma situação:
Certa vez, li e reli o livro de Jeremias. Parei em cada versículo, comparei versões, pesquisei o contexto histórico, me coloquei no lugar do profeta. Depois que meditei, por cerca de um mês, no livro, aluguei um DVD que conta a história. Depois daqueles dias, fiquei profundamente abalado com tudo que li e vi. Cheguei a passar mal, LITERALMENTE.
O que para muita gente é poesia, como a vida dos homens de Deus e do próprio Jesus, deve ter sido uma luta intensa, interna e externa.
Mas, eles foram a té o fim (Dn 12: 13
"Tu, porém [Daniel], vai-te, até que chegue o fim; pois descansarás, e estarás no teu quinhão ao fim dos dias.)